Governança

Identidade Organizacional

Missão

Estimular o desenvolvimento sustentável através da recuperação e da conservação das florestas, da educação ambiental e do uso correto dos recursos naturais.

Visão

Tornar-se referência nacional em:

– restauração ecossistêmica de áreas degradadas de Mata Atlântica no Vale do Rio Doce;

– produção de mudas nativas de Mata Atlântica;

– educação ambiental de crianças e jovens, e;

– gestão de ONG’s.

Nossos valores

Para alcançar nossa visão e missão, atuamos com os seguintes valores:

• Nosso trabalho pode contribuir fortemente para a melhoria das condições de vida dos seres vivos;

• O respeito aos preceitos éticos e morais deve estar acima de todo e qualquer interesse ou vantagem pessoal;

• Transparência deve ser a tônica de todas as nossas ações;

• Nossos parceiros têm direito a soluções que contenham o melhor conhecimento técnico-gerencial disponível, pelos mais baixos preços compatíveis com a boa execução das atividades e a sobrevivência da nossa instituição;

• Devemos buscar a melhoria contínua do conhecimento técnico-gerencial, bem como sua formalização, com vistas a melhorar nossos processos internos e a transmiti-lo para outras organizações;

• Cultivamos um ambiente onde prevaleça o trabalho cooperativo e o enfrentamento de ideias (respeito às opiniões), favorecendo a criatividade e a iniciativa, e;

• Nosso modelo de plano de carreira tem como base critérios de desempenho, senioridade e conhecimento.

Campos de atuação

Nosso campo geográfico de atuação prioritário é o Vale do Rio Doce, que se estende entre os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo, banhando 229 municípios – sendo 26 no Espírito Santo e 203 em Minas Gerais. Possui uma área de 82.646 km².

Nossos campos de atuação são:

• Restauração ecossistêmica;

• Produção de mudas de Mata Atlântica;

• Extensão ambiental;

• Educação ambiental, e;

• Pesquisa científica aplicada.

Nossos objetivos são divididos conforme sua temporalidade, assumindo duas perspectivas: permanentes (propósitos a serem perseguidos contínua e ininterruptamente na busca das realizações) e situacionais (propósitos impostos por mudanças na ambiência, resultantes de novas conjunturas de fatores internos ou externos).

A ferramenta utilizada para o estabelecimento e monitoramento dos objetivos é o Balanced Scorecard, instrumento desenvolvido pelos professores de Harvard, Kaplan e Norton, em 1992, que permite uma visão clara e articulada de todos os trabalhos do Instituto Terra.

Modelo de gestão

Adotamos um modelo de gestão pautado nos nossos valores, o que nos permitirá o alcance dos nossos objetivos; por conseguinte, da nossa visão; e, por fim, da nossa missão institucional.
Traduzimos nosso sistema de gestão como se vê na imagem ao lado:
O termo “sistema de gestão” é aqui empregado no sentido de conjunto de ações interligadas de tal forma que os resultados da organização sejam atingidos.
O Instituto Terra tem seu sistema de gestão orientado para resultados. Protocolos operacionais (sistema de padronização) norteiam suas políticas. O Balanced Scorecard é a ferramenta utilizada para o estabelecimento e monitoramento dos seus objetivos estratégicos. E o Escritório de Projetos (i) (concebido consoante com as melhores práticas recomendadas pelo Project Management Institute) dá suporte as suas ações (planejamento, execução e controle de projetos), para o que o Orçamento Base Zero (ii), associado à técnica rolling forecasting (iii), dá o balizamento.
A gestão de risco corporativo, que foi implantada em 2013, monitora os riscos identificados de não se alcançar os objetivos estratégicos delineados no Balanced Scorecard e de não prover as “entregas” (deliverables) dos projetos em conformidade com seu escopo, custo, cronograma etc.
Para a consecução da sua missão institucional, o Instituto Terra conta com parcerias com empresas, ONG’s e governos nacionais e estrangeiros. As parcerias se estabelecem marcadamente através de convênios de cooperação técnico-financeira.
Destaque-se, ainda, que o Instituto Terra procura oferecer a máxima transparência à aplicação dos recursos, em consonância com seus valores. Nesse sentido, suas demonstrações financeiras são analisadas e certificadas por renomadas empresas de auditoria externa desde 2002, PwC [2002 a 2004], KPMG [2005 e 2006] e Baker Tilly [2007 a 2012] e por um Conselho Fiscal desde a sua fundação.
(i) Unidade organizacional à qual são atribuídas várias responsabilidades relacionadas ao gerenciamento centralizado e coordenado dos projetos sob seu domínio, operando continuamente e promovendo suporte as funções de gestão de projetos na forma de treinamento, softwares e políticas padronizadas.
(ii) Ferramenta gerencial de elaboração e controle orçamentário que não considera a baseline dos anos anteriores com implicitamente aprovada, como no modelo tradicional de orçamento.
(iii) Metodologia de revisão contínua do orçamento que visa a identificar eventuais distorções e revisá-las.

Nossa equipe

Conselho Diretor

José Armando de Figueiredo Campos | Presidente do Conselho Diretor
Engenheiro de Minas pela Escola de Minas de Ouro Preto (EMOP/UFOP), com MBA Executivo pela Fundação Dom Cabral/INSEAD. Atualmente é Presidente do Conselho de Administração da ArcelorMittal Brasil S.A., presidente do Conselho da Biancogrês S.A. e membro do Conselho da Rede Gazeta, e do Conselho Deliberativo do Movimento Empresarial Espírito Santo em Ação. Foi membro dos Conselhos de Administração do Banco do Estado do Espírito Santo S.A. BANESTES, e da Fibria S.A.,Vice-Presidente e posteriormente Presidente Executivo da Cia Siderúrgica de Tubarão – CST, Presidente do Instituto Brasileiro de Siderurgia - IBS, da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM,, do Instituto Latino Americano do Ferro e do Aço – ILAFA e do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável - CEBDS.

Mauro Leite Teixeira | Vice-presidente do Conselho Diretor
Engenheiro Civil e Administrador de Empresas, fomado pela Universidade Federal do Espírito Santo, possui também graduação em História, com Especialização em Linguagens: Língua e Literatura pela Faculdades Saberes. Cursou Filosofia na Faculdade Católica Salesiana. Suas experiências anteriores incluem, Engenheiro do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (1968-2000), Diretor Geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Espírito Santo (2005-2007); Gerente de Projetos da Secretaria de Obras da Prefeitura Municipal de Vitória (2005-2012); Secretário Municipal de Interior e Transportes da Prefeitura Municipal de Colatina (2004); Gerente de Desenvolvimento do Setor de Transportes da SEDIT no Governo do Espírito Santo (2003-2004); e Superintendente Executivo do Instituto Terra (2000-2003). No Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Espírito Santo, exerceu as funções de conselheiro (1990-1996) e de vice-presidente (1994).

Lélia Deluiz Wanick Salgado | Conselheira Diretora e Cofundadora
Diretora artística, curadora de exposições e editora de livros de fotografia, Paris, França. Arquiteta formada pela École Nationale Supériure des Beaux-Arts, Paris, licenciada e mestre em Urbanismo pela Université Paris VIII. Urbanista em “POS, Plans d’occupationdessols”, em diversas municipalidades na França. Em 1987, cria sua própria estrutura para organização, curadoria e design de exposições e livros de fotografia, atividade que continua a exercer até hoje. Directora da Galeria de Fotografia da “Agence Magnum” de Paris, Diretora artística dos “Rencontres Internationales” de la Photo de l’Ile de La Réunion en 1990, 1991 et 1992. Em 1994, com Sebastião Salgado criou a Amazonas images, agência de imprensa em Paris, exclusivamente dedicada ao trabalho do fotógrafo. Foi a diretora até 2017. Editou e desenhou a maioria dos livros do fotógrafo Sebastião Salgado. Curadora e cenógrafa das exposições que acompanham esses livros. Organiza toda a itinerância das exposições, mais de 300 neste momento, nos grandes museus e galerias através do mundo, destacando-se:

National Gallery of Art, Beijing, China
Museo de Arte Contemporaneo de Madrid, Espanha
Museu Nacional de Arte Moderna, Toquio, Japão
Corcoran Gallery, Washington, DC, EUA
Philadelphia Museum of Art, PA, EUA
Palais de Tokyo, Paris, França
Centro Cultural de Belém, Lisboa, Portugal
Royal Festival Hall, Londres, Inglaterra
Museu de Arte de São Paulo, MASP
The Art Gallery of New South Wales, Sidney, Austrália
Honolulu Academy of Arts, Hawai, EUA
Museo de Arte Moderno, Cidade do México, México
Scuderie Papali al Quirinale, Roma, Itália
Museu de Arte de Helsinki, Finlândia
La Pedrera, Barcelona, Espanha
Deutsches Historisches Museum, Berlim, Alemanha
Tokyo Metropolitan Museum of Art, Tokyo, Japão
Natural History Museum, Londres, Inglaterra
Royal Ontario Museum, Toronto, Canadá, AraPacis, Roma, Itália
The National Museum of Singapore
Musée de l’Homme, Paris, França

Recebeu os seguintes prêmios e honrarias:
“Prêmio de Publicação do ICP”, Internacional Center of Photography, New York, Estados Unidos, em 1994, pelo livro “Trabalhadores”.
“Prêmio Jabuti”, edição do livro “Êxodos”, em 2000.
Em 2016, recebeu Medalha do Senado da República Francesa pela contribuição às relações entre o Brasil e a França.
“Prêmio-e para o Meio Ambiente”, Durante a Conferencia Rio +20, pelo Instituto-e, Unesco Brasil e Prefeitura do Rio de Janeiro, 2012.
Prêmio “Personalidade Ambiental”  pelo World Wildlife Fund, Brazil, 2012.
“Prêmio da Lusofonia”, pela contribuição ao desenvolvimento Sustentável e preservação do meio ambiente, através do Instituto Terra.

Sebastião Ribeiro Salgado | Conselheiro Diretor e Cofundador
Fotógrafo, baseado em Paris, França. Formado em Economia pela Universidade Federal do Espírito Santo, com pós-graduação na Universidade de São Paulo e na Universidade de Paris. Trabalha em projetos fotográficos de longa duração que são publicados em livros com edições internacionais, destacando-se: Um Incerto Estado de Graça, Trabalhadores, Terra, Êxodos e Retratos de Crianças do Êxodos, O fim da Pólio, O Berço da Desigualdade, África, Gênesis, Perfume de Sonho, Kuwait, Um deserto em Chamas, Gold Mina de Ouro Serra Pelada. Acompanham esses livros, exposições do mesmo Título, apresentadas nos grandes museus do mundo. Recebeu inúmeros prêmios e honrarias, destacando-se:

Prêmio “Villa Médicis”, Ministério das Relações Exteriores, França.
Prêmio “Rey de España”, Espanha.
“Grand Prix de la Ville de Paris”, França.
Membro honorário da American Academy of Arts and Sciences, EUA.
“Grand Prix National”, Ministério da Cultura e da Francofonia, França.
“Prêmio Nacional de Fotografia”, Ministério da Cultura, Funarte, Brasil.
“Prêmio Príncipe de Asturias de las Artes”, Espanha.
Medalha da “Presidenza della Repubblica Italiana”, Centro de Pesquisa Pio Manzù, Itália.
Doutor Honoris Causa, Universidade de Évora, Portugal.
Honorary Doctor of Fine Arts, New School University, NovaYork, EUA.
Honorary Doctor of Fine Arts, The Art Institute of Boston, Lesley University, Boston, EUA
Membro honorário da American Academy of Arts and Sciences, EUA.
Embaixador de Boa Vontade da UNICEF.
Honorary Doctor of Letters, Universidade de Nottingham, Nottingham, Inglaterra.
Comendador da Ordem de Rio Branco, Brasil.
Condecoração “Commandeur de l’Ordre des Arts et des Lettres”, Ministério da Cultura e da Comunicação da França.
Membro da Académie des Beaux-Arts de l’Institut de France.
Chevalier de la Légion d’Honneur, France.
Doutor Honoris Causa, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, Brasil.
“Prix International Primo Levi pour l’année 2016”, Gênes, Italie.
“Chevalier de l’Ordre du Mérite Culturel”, Principado de Mônaco, 2018.
Membro honorário da American Academy of Arts and Letters, EUA, 2019.
“Prêmio da Paz” do Comércio Livreiro Alemão, Alemanha, 2019.

Tomaz Benedito de Souza | Secretário Geral
Advogado, especializado em Direito Civil, Membro do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável de Aimorés-MG, Diretor do Sindicato Rural de Aimorés-MG, Presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Aimorés-MG e Secretário do Conselho Consultivo do Distrito Empresarial de Aimorés-MG. Diretor da FEDERAMINAS - Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais, Secretário da Associação Comercial de Aimorés da CDL de Aimorés-MG. Venerável Mestre da Loja Maçônica Floriano Peixoto. Oficial do Cartório de Registro de Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas de Aimorés, Minas Gerais.

Henrique Lobo Gonçalves | Conselheiro Diretor
Engenheiro agrônomo, sanitário e ambiental, formado pela Universidade Federal de Viçosa e Universidade Católica de Minas Gerais. Atua como relações institucionais da Estrada de ferro Vitória a Minas – VALE, é também membro do Comitê do Rio Doce. Foi membro dos Comitês dos Rios Santa Maria da Vitória e do Rio Jucu no Estado do Espírito Santo, do Conselho da Biosfera da Mata Atlântica, do Conselho do Fundo Nacional de Meio Ambiente, Presidente do CODEMA de Governador Valadares, Gerente de Meio Ambiente da Fundação Serviços de Educação e Cultura de Governador Valadares, Professor da Engenharia Civil da UNIVALE em Governador Valadares, além de ter participação Técnica no Projeto França – Brasil do Rio Doce.

Izabella Mônica Teixeira | Conselheira Diretora
Bióloga, mestre em Planejamento Energético e PhD em Planejamento Ambiental pela COPPE/UFRJ. Suas experiências anteriores incluem, dentre outras atuações, Analista ambiental do Ministério do Meio Ambiente (aposentada), foi ministra de Estado de Meio Ambiente do Brasil (2010-2016); Chefe da Delegação do Brasil para a COP 21 - Mudança do Clima e Negociadora-chefe do Brasil (Paris 2015); Chefe da Delegação do Brasil e Negociadora-chefe da Convenção de Minamata (2014); Prêmio Global de Meio Ambiente das Nações Unidas – Campeões da Terra /UNEP (2013); membro do Painel de Alto Nível da ONU sobre Agenda Pós-2015 (2013/2014); membro e Negociadora-Chefe da Delegação do Brasil na Conferência Rio+20 (2012); Membro do Painel de Alto Nível da ONU sobre Sustentabilidade e Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (2011/2012); Chefe da Delegação do Brasil da Convenção de Diversidade Biológica e Negociadora chefe do Protocolo de Nagoya (2010); e Secretária-Executiva (Vice-ministra) do Ministério do Meio Ambiente do Brasil (2008-2010).

Juliano Ribeiro Salgado | Conselheiro Diretor
Formado em Cinema pela London Internacional FilmSchool e estudou Direito e Economia na Sorbonne, em Paris. Dirige filmes para Cinema e Televisão desde 1996. Entre os prêmios que já recebeu constam o “Prêmio Especial do Júri” em Cannes, “Prêmio da Audiência em San Sebastian, “Cesar do Cinema Francês” e foi nomeado para o “Oscar” da Academia de Cinema dos Estados Unidos para Melhor Documentário em 2015.

Miguel Calmon | Conselheiro Diretor
Doutor em Ciências do Solo pela Universidade Estadual da Pensilvânia (EUA), mestre em Engenharia de Irrigação pela Universidade Católica de Leuven, na Bélgica, e engenheiro agrônomo pela Universidade Júlio de Mesquita Filho (Unesp). Atualmente é Diretor do Programa de Florestas do WRI Brasil. Suas experiências anteriores incluem, dentre outras atuações, a gerência sênior do Programa Global de Florestas e Clima da União Internacional para Conservação da Natureza (UICN) e diversas passagens pela The Nature Conservancy (TNC) - dentre elas, como coordenador do Monitoramento de Projetos de Sequestro de Carbono na Floresta Atlântica, diretor do programa de Conservação da Floresta Atlântica e de Florestas e Clima para a América Latina, assessor de Estratégias de Conservação e gerente da Unidade de Segurança Alimentar na América Latina. Foi também coordenador do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica.

Paulo Henrique Wanick Mattos | Conselheiro Diretor
Mestre em Administração de Negócios pelo College of Business da Ohio University/USA, pós-graduado em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas/RJ e bacharel em Ciências Contábeis e Administração de Empresas. Possui larga experiência nacional e internacional nas áreas de finanças, gestão estratégica e de riscos, bem como em auditoria, consultoria e em fusões e aquisições. Atualmente é o Diretor de Finanças, Estratégia & Riscos e de Tecnologia da Informação da ArcelorMittal Brasil – no segmento de Aços Planos, e também Diretor-Presidente da Fundação de Seguridade Social da ArcelorMittal Brasil. Membro do conselho de administração e da diretoria executiva de algumas outras empresas do Grupo ArcelorMittal. Diretor responsável pela Formação de Lideranças do Movimento Empresarial Espírito Santo em Ação (ES em Ação).  Na área acadêmica, é co-criador, curador técnico e coordenador acadêmico de cursos MBA em Gestão Estratégica e Sustentável de Negócios, em Governança, Gerenciamento de Riscos e Compliance - GRC, e também professor de Finanças e Controladoria e em disciplinas do GRC como um todo. Sócio-Fundador do IGIDO - Instituto de Governança, Integridade e Desenvolvimento Organizacional, é membro do Conselho de Administração do IBEF/ES e membro do Conselho Fiscal do Instituto Fucape de Tecnologias Sociais, além de conselheiro-advisor da Apex Partners. Trabalhou por 11 anos na PricewaterhouseCoopers, atuando ultimamente como Senior Manager nas áreas de auditoria externa, consultoria empresarial e em fusões e aquisições.

Robson de Almeida Melo e Silva | Conselheiro Diretor
Engenheiro Mecânico pelo Instituto de Tecnologia de Governador Valadares Minas Gerais, com MBA em Gestão Responsável para a Sustentabilidade pela Fundação Dom Cabral. Consultor para Sustentabilidade. Atualmente éConselheiro no Movimento Empresarial Espírito Santo em Ação, e integrante do Comitê Temático de Inclusão Social, Diretor do Instituto Aplysia, Presidente do Conselho de Administração da ACACCI - Associação Capixaba de Combate ao Câncer Infantil. Diretor Geral da FUNDAES - Federação de Fundações e Associações do Espírito Santo. Conselheiro das UCs APA Costa das Águas e RVS Santa Cruz. Suas experiências anteriores incluem, dentre outras atuações, Gerente Geral de Meio Ambiente, Comunicação e Relações Institucionais na ArcelorMittal Brasil/Tubarão, Presidente do Comitê de Meio Ambiente no Instituto Brasileiro de Siderurgia – IBS (hoje IABr) e no Instituto Internacional do Ferro e Aço – IISI (hoje WSA).

Conselho Consultivo
Antonio Carlos Simas
Célio Murilo de Carvalho Vale
Clayton Ferreira Lino
Fernando Moraes
Francisco Buarque de Holanda
Gabriel Zellmeister
Gustavo Alberto Bouchardet da Fonseca
João Pedro Stédile
José Mindlin (in memorian)
José Roberto Soares Scolforo
Luiz Carlos Cardoso Vale
MarittaKock-Weser
Roberto Messias Franco
Russel Mittermeier
Washington Olivetto

Conselho Fiscal
Carlos Alberto Lessa
Celso Luiz Marques
Valcemiro Nossa

Equipe Executiva
Isabella Salton | Diretora Executiva | [email protected]
Administradora, Bióloga e Especialista em Marketing e Novos Negócios.

Fábio Leonardo Tomas | Unidade Ambiental | [email protected]
Engenheiro Agrônomo, Mestrado em Ciências Florestais e Doutorado em Ecologia Aplicada

Gladys Nunes| Unidade de Educação Ambiental | [email protected]
Historiadora e Especialista em Administração e Manejo de Unidades de Conservação.

Edna Amorim | Unidade de Gestão – Financeiro | [email protected]
Contabilista, Administradora e MBA em Controladoria & Finanças.

Gilson Gomes de Oliveira Júnior | Escritório de Projetos | [email protected]
Bacharel em Direito e Processamento de Dados.

Camila Alves Madalon | Unidade de Desenvolvimento de Negócios Sustentáveis | [email protected]
Bióloga com MBA em Gestão Empresarial.

Assessora de Imprensa
Maria Helena Fabriz | [email protected]

Documentos

Traduzir »