DIGITE SEU EMAIL E RECEBA NOTÍCIAS
     
 
Aimorés, MG - Brasil | 12/12/2018 - Bom dia!  
   

Busca:

CONVÊNIOS
Convênio entre Instituto Terra e IEMA vai beneficiar pequenos produtores rurais do ES
Autor: Comunicação - 23/04/2010

 

23 de Abril de 2010 - Com o objetivo de ampliar o número de propriedades rurais atendidas pelo Projeto ProdutorES de Água do Governo do Espírito Santo, Instituto Terra e Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos - IEMA assinam um convênio de cooperação técnica, administrativa e financeira nesta segunda-feira (26/04).

Caberá ao Instituto Terra a elaboração dos estudos de Zoneamento Físico-Ambiental de 110 pequenas propriedades rurais do Estado do Espírito Santo. As propriedades atendidas serão encaminhadas pelo IEMA e as ações previstas visam, ainda, a promoção de práticas sustentáveis de uso do solo (agricultura sustentável), para recuperação e proteção dos recursos hídricos.

Assinam o convênio às 16h30, na sede do IEMA, em Cariacica-ES, a presidente do Instituto Terra, Lélia Deluiz Wanick Salgado, a secretária de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEAMA), Maria da Glória de Brito Abaurre, a diretora-presidente do IEMA, Sueli Passoni Tonini.

A implantação de projetos ou programas de pagamento por serviços ambientais em maior escala no Estado do Espírito Santo tem encontrado limitações pelo fato de que muitas propriedades rurais que poderiam aderir aos projetos não possuem o mapeamento georreferenciado oficial da propriedade - principalmente pelo alto custo envolvido na elaboração desses estudos.

A celebração desse convênio entre IEMA e Instituto Terra tem por objetivo justamente acelerar esse processo de georreferenciamento das pequenas propriedades rurais, consideradas as mais importantes para promover a melhoria dos recursos hídricos por meio de mecanismos de pagamentos por serviços ambientais. O convênio tem como meta efetivar o Zoneamento Físico-Ambiental de no mínimo 110 propriedades, que deverão ter no máximo 4 módulos rurais (até 120 hectares de área).

Desenvolvimento rural e conservação da Mata Atlântica

Para realizar o serviço de assessoria aos pequenos produtores rurais no Espírito Santo, o Instituto Terra vai empregar ex-alunos do seu Centro Avançado para para Recuperação Ambiental e Desenvolvimento Rural Sustentável. Trata-se de um dos programas de educação ambiental desenvolvidos pela instituição que objetiva tornar o conhecimento científico da recuperação ambiental acessível a pessoas do campo e assim promover a agricultura sustentável no Vale do Rio Doce.

Esses profissionais são técnicos agrícolas, ambientais e florestais formados no Curso Agro-ambiental de Nível Pós-Técnico, uma iniciativa pioneiro no país que extrapola os moldes tradicionais das instituições de ensino. Visa especializar esses profissionais na conservação e recuperação ambiental de Mata Atlântica, tendo como modelo o projeto de recuperação ambiental promovido pelo Instituto Terra na RPPN Fazenda Bulcão, em Aimorés-MG.

Com duração de dois anos e funcionamento em regime de internato, o curso iniciado em 2005 já capacitou 40 técnicos oriundos dos Estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia e Rio de Janeiro. O sucesso dos resultados obtidos com essa formação podem ser comprovados pelo interesse de Governos e empresas pela contratação desses profissionais.

Um convênio celebrado entre o Instituto Terra e o Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais (IEF-MG), permitiu contratar 10 alunos formados para atuar em projetos que o Governo de Minas desenvolve para recuperação florestal e promoção de agricultura sustentável no Vale do Rio Doce. O convênio que está sendo celebrado com o Governo do Espírito Santo, através do IEMA, segue o mesmo modelo, e permitirá ao Instituto Terra expandir as ações de recuperação de Mata Atlântica no Estado capixaba.

Desde 2007, o Centro Avançado do Instituto Terra é mantido com o apoio do Governo do Principado das Astúrias, da Espanha. Em dezembro de 2008, o Curso recebeu o Prêmio Ford de Conservação Ambiental.


Mais informações:

Instituto Terra – Comunicação
Maria Helena Fabriz
27 8134-9077
mariahelena@institutoterra.org

 

 
 


Todos os direitos reservados
www.institutoterra.org